Monarquia, Cidadania, Democracia

Legitimidade Democrática vs Ganância pelo Poder

4 comentários

Há uns dias atrás, no Facebook, num grupo de discussão, tive um aceso debate com um republicano. Numa das minhas intervenções, deixei as seguintes ideias:

Sobre a Legitimidade Democrática da Monarquia, ser uma Tradição

Todos os Reis de Portugal tinham, por assim dizer depedendo da época, é claro, uma legitimidade democrática, pois eram aclamados pelos representantes do Reino em Cortes. A Sucessão Dinástica era confirmada pelos representantes do Reino e não era imposta. Dom Afonso Henriques não tomou o poder pela força das armas sobre o povo portucalense, foi aclamado pelos seus soldados e populares que participaram com ele em vários combates que levaram à nossa Independência e Liberdade. O mesmo processo foi com Dom João I e com Dom João IV confirmado tal mesmo procedimento nos respectivos sucessores.

A ganância republicana pelo poder, ao querer dominar, através da partidocracia, o máximo de orgãos de soberania

A ganância pela Chefia do Estado Monárquico da parte de menos informados, constitui uma nota importante a ter em consideração:, trata-se, pois, um péssimo serviço ao país que nos tem custado muito caro desde o 5 de Outubro de 1910!

Uma Monarquia Constitucional, Parlamentar e Democrática daria muito maior prestígio a Portugal, garantindo um verdadeiro Estado de Direito Democrático, com alguém verdadeiramente competente e sério e com enorme espírito unificador da sociedade para nos guiar, para além da competição político-partidária que obviamente continuaria mas noutros moldes, com um Parlamentarismo em que os deputados incompetentes ou corruptos fossem julgados ou perdessem os seus mandatos, assim como os representantes locais. Uma Democracia a sério. Um serviço público a sério. Que nada tem a ver com esta república já mais do que morta, sem rumo e a levar-nos ao caos social.

Posteriormente dei sugestões de leitura

 Biografia de Dom Duarte “Dom Duarte e a Democracia” da autoria de Mendo Henriques, Editora Bertrand.”O Plano C” editado pelo Instituto da Democracia Portuguesa.

Dom Duarte de Bragança tem-se dedicado a inúmeras causas sem fins lucrativos, ao longo da sua vida, pelo que a ideia de que algumas pessoas têm de que nunca fez nada na vida e que vive à conta do erário público é totalmente falsa, errada, e até chega a ser insultuosa!

Antes de se tirem conclusões precipitadas e sem nexo algum, aconselham-se as pessoas a informarem-se e só depois, retirarem as devidas conclusões.

Ser republicano hoje em dia é exigir um bom serviço público aos políticos e isso tanto faz viver-se em Monarquia ou República. Pessoalmente sou a favor da Monarquia. Não preciso de aspirar a Chefe de Estado, nem me interessa votar para um. Prefiro ter alguém que represente muito mais do que números de uma eleição que divide muito mais do que une os Portugueses.

Anúncios

4 thoughts on “Legitimidade Democrática vs Ganância pelo Poder

  1. gostaria de ir um pouco mais longe e dar a um rei 50% do poder de um parlamento… decretos de lei, etc… aprovado só com 75% de votos (Parlamento mais rei) entre os 50% e os 70% referendo, abaixo dos 50% chumbo (pensado em cima do joelho mas algo do género…) parlamento constituído pelas 4 variantes da política democrática (esquerda, centro esq, centro drt, e direita) com igual número de assentos no parlamento, as eleições seriam para eleger as listas desses partidos e não as listas governamentais… bla bla praí parecido lol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s